19 de fevereiro de 2013

Histórias da Lua-cheia - Volume II



            Ficou combinado entre a Lua, satélite natural da Terra e os Satélites que giram em torno dos outros planetas que, toda vez que o dia 13 coincidisse com uma sexta-feira, fariam todos um grande encontro, o que deveria ser recheado de histórias.

Usando de sua extraordinária competência como guardiã, a Lua-cheia, anfitriã desta última edição do encontro, já que a reunião fora marcada para acontecer ao redor da Terra, escolheu histórias fantásticas observadas nas matas brasileiras, para narrar aos convidados. 

Durante toda a noite, diante dos incansáveis satélites vindos de Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Netuno e Plutão, a Lua-cheia narrou com paixão as aventuras vividas em noites de sexta-feira 13, por figuras famosas como Curupira, Caipora, Mula-sem-cabeça, Saci-pererê, Lobisomem, Homem-do-saco, Bicho-papão, Boitatá, e Iara, e por lendários seres menos conhecidos, mas não menos importantes, como Mãozinha-preta, Pé-de-garrafa, Onça-boi, Anta-cachorro e Domingos Pinto Colchão.
Isso você já conferiu (ou poderá conferir) no Volume I da Série Histórias da Lua-cheia, no episódio Jogadas bem-assombradas.

Na segunda história, O dia em que tentaram virar os pés do Curupira, que compõe o Volume II, da Série Histórias da Lua-cheia, os amigos assombrados do Curupira desejam resolver aquilo que pensam ser um problema para o amigo, seus pés ao contrário. Muitas confusões acontecem e, depois de um pesadelo, Curupira foge assustado confundindo sonho com realidade.
Não perca mais esta aventura das assombrações mais assustadoras, digo, divertidas, do Folclore Brasileiro.
Em breve nos seguintes endereços:

http://www.virtualbooks.com.br/editora/autores/view/125/Carlos-Josedos-Santos
http://www.perse.com.br/novoprojetoperse/WF1_ShopWindows.aspx
Banca Universitária
Av. José Longo, ao lado da UNESP  Odontologia - São José dos Campos
ou pelo email: carlossantosprof@hotmail.com




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua impressão! Será uma honra conhecer sua opinião.